Tags

Há algum tempo recebi um e-mail com este título e resolvi que era um tema interessante para o blog. Afinal, muitos que chegam até aqui vêm por causa das minhas fics – o que significa que são pessoas que gostam de ler. Além disso, conheço muitos ficwriters que estão se aventurando por esse obscuro mundo das histórias originais – e admito que, depois de tantos pedidos, eu também ando flertando com a idéia de brincar de escrever meu próprio universo! :P

Mas escrever seu próprio livro, ser publicado e ainda conseguir convencer alguém a pagar para ler a sua história não é nada fácil. Por isso, Laura Bacellar e Sidney Guerra – editores acostumados com as dúvidas de aspirantes a escritores – criaram o site Escreva Seu Livro. É foi um texto retirado deste blog que chegou ao meu e-mail meses atrás e ficou lá guardado, esperando que eu tivesse a oportunidade de falar sobre ele aqui. Afinal, nós reclamamos que livros são caros, que as editoras e livrarias só estão interessadas em publicar e vender livros de famosos, não importa a porcaria que esteja escrita. Mas e aí? O que nós, meros leitores e talvez futuros escritores podemos fazer?

O post: Movimento em Prol dos Escritores Brasileiros Desconhecidos explica! São pequenas atitudes, pequenas mudanças de comportamento, mas belas dicas de como estimular e ajudar a divulgar novos escritores! Não vou copiar o texto todo aqui, mas abaixo segue algumas dicas valiosas:

1 – Leia escritores brasileiros desconhecidos.

Os escritores que conheço querem ser lidos, mas quando pergunto o que leem, costumam sair-se com Kafka, Dostoiévski, Clarice Lispector, Guimarães Rosa. (…) Aí eu pergunto: e os brasileiros desconhecidos? E os que estão se arriscando agora, que espelham o mundo em que vivemos? E os que querem criar uma nova cultura, abrir novas sendas aqui onde estamos? Esses você não lê?
E como você quer ser lido se não lê?

Você não precisa estar no centro do mercado editorial para ter acesso a textos de jovens escritores. A própria internet está aí para isso. Quem gosta de fanfiction, por exemplo, já deve conhecer o Nyah!. Então… Quer começar a ler histórias originais dos seus ficwriters preferidos? Tente a seção de originais do Nyah!

Mas se você nunca se interessou por fanfiction e mesmo assim gostou da idéia de garimpar textos de jovens escritores, há diversos sites para isso. Um deles é o Usina de Letras, um site que agrega vários escritores e suas publicações. E ainda tem o orkut, skoob, Clube de Autores e outras redes sociais com suas comunidades dedicadas a quem sonha se tornar um escritor; onde você pode não apenas ler, mas opinar e comentar sobre suas obras, além, é claro, de fazer excelentes amizades!

“Se você fizer isso sempre, aumentará muito as chances de que façam o mesmo com suas obras.”

2) Comente escritores brasileiros desconhecidos.

Se você acessou os sites acima e gostou:

“Faça a sua parte. Comente as postagens que achar mais promissoras. Diga o que acha de forma honesta, cuidadosa, não um reles “gostei!!!”. Mande emails ou cartas para os autores dos livros que ler, faça uma crítica no seu blog. Ajude os escritores iniciantes e você estará fazendo a sua parte para criar uma cultura de leitura que vai alguma hora chegar de volta a você.”

Eu sempre disse que qualquer review para mim ainda é uma review. Ou seja: eu adoro receber um mero “gostei!” ou “Continua, please!” É assim que eu sei que existem pessoas que realmente lêem o que eu publico. Mas fanfiction é diferente de originais. Deixando reviews mais elaboradas, comentários sobre os defeitos e qualidades do texto, além de ajudar o autor, pode convencer mais pesosas a ler o mesmo texto. Ajude a divulgar autores dos textos que você gostou de ler. Isso pode ajudá-los a serem publicados no futuro. Já pensou que emoção você encontrar um livro na estante de alguém que você ajudou a começar a escrever?!

3) Compre livros de escritores brasileiros desconhecidos nas livrarias

“Faça a seus colegas autores e a você mesmo/a um favor e vá fuçar naquelas estantes lá no fundo da loja. Procure títulos interessantes que estão de pé nas estantes, só de lombada para você. Compre o que não é badalado, não é famoso, mas tem algo de intrigante.
Assim você contribui para quebrar essa cultura massificante de as livrarias e editoras acharem que só vale a pena investir nos autores já conhecidos e bons vendedores, nas obras que já vem com milhares de exemplares vendidos lá fora. Você percebe que, se entrar no jogo do fácil como leitor, vai ter poucas chances como escritor?

Eu já fiz isso. E foram experiências gratificantes!

XD

PS: Se você realmente resolveu se engajar neste movimento, abaixo segue uma lista de blogs de alguns escritores que estão começando a ser publicados, ou que ainda estão tentando achar uma editora:

- Ferrari na Net

- Desesperada S.A.

- Alternativos & Independentes

- CataLivros II

- Romanzine

XD

About these ads